Até 2 de abril, candidaturas abertas para apoios financeiros às empresas dos concelhos afetados pelos incêndios

0
307

A empresa de consultadoria, Norporgest, avança que estão abertas candidaturas para projetos de Inovação Produtiva (Portugal 2020) nas regiões mais afetadas pelos incêndios de 2017, nomeadamente para investimentos realizados nos seguintes concelhos:

Guarda, Seia, Lousã, Carregal do Sal, Oliveira de Frades, Mangualde, Sertã, Oliveira do Hospital, Vouzela, Ansião, Vila Nova de Poiares, Mortágua, Gouveia, Proença-a-Nova, Penela, Miranda do Corvo, Tondela, Santa Comba Dão, Nelas, Alvaiázere, Penacova, Arganil, Figueiró dos Vinhos, Tábua, Góis, Vila de Rei, Oleiros, Fornos de Algodres, Mação, Pampilhosa da Serra, Castanheira de Pera e Pedrógrão Grande.

Estas candidaturas visam atrair novos investimentos empresariais geradores de emprego e de produção, complementando os apoios anteriormente lançados para a reposição da atividade produtiva. Assim, são elegíveis todos os investimentos realizados nos concelhos acima referidos que visem a criação ou expansão de empresas (PME e grandes empresas).

A tipologia de Inovação Produtiva apoia o investimento em máquinas e equipamentos, construção de edifícios (apenas para turismo e indústria), obras de remodelação (apenas para turismo e indústria), equipamentos informáticos, software, patentes, licenças, despesas com TOC ou ROC, estudos ou projetos.

Os incentivos a conceder apoiam até 70% do investimento, revestindo a forma de incentivo reembolsável, com um prazo total de reembolso de 8 anos, sem juros e com carência de capital de 2 anos. O apoio reembolsável pode ser convertido em não reembolsável (a fundo perdido) em função do cumprimento das metas definidas, podendo esta conversão ser de até 60% do valor apoiado.

Este concurso decorre até 2 de Abril de 2018.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.