Aurelino Costa vai apresentar “Gadanha” na Pretexto, em Viseu, na companhia de Victorino de Almeida

0
474
(Foto: Nelson Silva)

O mais recente livro de Aurelino Costa, “Gadanha”, editado pela Modo de Ler, com 76 páginas, vai ser apresentado a 19 de maio em Viseu na livraria Leya/Pretexto, pelas 18 horas. Durante a apresentação, que contará com a presença de António Victorino de Almeida, autor declamará poemas do livro.

Sobre este livro de poesia, apresentado nas Correntes d’Escritas da Póvoa de Varzim, em fevereiro, o site da autarquia poveira escreveu que “Gadanha assemelha-se ao cavaleiro de O Sétimo Selo, de Ingmar Bergman, que joga xadrez com a morte. E que, apreensivo, ressacado, de soslaio, pensando no movimento do bispo e no resguardo do cavalo, examina o enigmático brilho da lâmina da gadanha, perpetuamente afiada, enquanto lhe anuncia, pertinaz: xeque-mate” (António Cabrita, in prefácio).

Já no site na FNAC, Francisco Duarte Mangas escreve: “Admiro a arte de semear os remotos sentidos das palavras. A terra, o gado a ruminar eternamente a nossa infância, o ócio morno e sonolento de domingo, de súbito, arrogam a grandeza da “pobreza que somos”. É essa vertente, sem macular a qualidade nas outras, do singular trabalho poético de Aurelino Costa que deveras me encanta. Um dia, ele sabe, será árvore – e do ramo mais alto ouvirá o rumor marinho. A poesia pode ser isso, uma árvore na fímbria do paraíso.»

Sobre o autor: Aurelino Costa

Nasceu em Argivai, Póvoa de Varzim / 1956.

Poeta e diseur, licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.

Obras: Poesia Solar, ed. Orpheu. Lisboa, 92; Na Raiz do Tempo, ed. Tema. Dep. Literário da Soc. Guilherme Cossoul, Lisboa, 2000, Pitões das Júnias, ed. Fluviais/Lisboa & Galeria Arcana, Pontevedra, 2002; Amónio, ed. Do Buraco. Dep. Literário da Soc. Guilherme Cossoul. Lisboa, 2003, 2ª edição (bilingue, castelhano-português) tradução de Sílvia Zaias, ed. Amalaia, Léon, 2006; Na Terra de Genoveva, ed. do Buraco. Dep. Lit. da Soc. Guilherme Cossoul. Lisboa, 05.

Antologias: A Poesia é Tudo, ed. Francisco Guedes, 2004; Na Liberdade – 30 anos- 25 Abril, Garça Editores, Lda., Peso da Régua, 2004; Vento – Sombra de Vozes / Viento – Sombra de Vocês, Ant. Ibérica de Poesia, 2004; Son de Poesia/ ed. Fluviais, Lisboa & Livraria Couceiro, Galiza, 2005; Os Dias da Criação, ed.Leader/Adrat, Trás–os-Montes, 2006; Canto de Mar/poesia sobre a Nazaré, ed. Bibl. CM da Nazaré, 2005; Cântico em Honra de Miguel Torga, Coimbra Editora, 2007.

Discografias: Na Voz do Regresso, ed. Comemorativa do Centenário de Nascimento de José Régio, ed. Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, com o Maestro António Victorino D’Almeida, 2001; Confluência CD – Áudio, ed. Asa, 2002; Torga na Portagem, ed. comemorativa do centenário de nascimento do poeta/Coimbra, com António Victorino D’Almeida.

Colaboração/narração em “Miguel Cervantes & las Músicas del Quixote”, com Hespérion XXI, sob a direcção de Jordi Savall, 2006; colaboração/diseur em  recital “Música e Poesia”, com António Saiote(clarinete) e Iwona Saiote (flauta); participação/diseur nos filmes Olhar Coimbra  e Olhar o mar, Produções da Didacthèque de Bayone, com apoio da Comunidade Europeia (programa língua). 1993/1995.

Cinema: actor em Netto e o domador de cavalos, de Tabajara Ruas, Rio Grande do Sul- Brasil.

Televisão: colaboração nas séries “Pianíssimo”, 2006, e “Sons do Tempo”, 2007, RTP1, de António Victorino D’Almeida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here