Câmara de Sátão depositou restos de lixo de obras num terreno, nas imediações da Maeira

0
2071

O assunto da deposição de lixos, resultantes de restos de obras e de limpezas, num terreno nas imediações da Maeira, localizado na União de Freguesias de Barreiros e de Cepões, foi hoje, dia 27 de abril, levantado na Assembleia Municipal de Sátão por Manuel António Pereira, pela segunda vez, como o próprio referiu, residente naquela freguesia, onde, atualmente desempenha as funções de secretário da respetiva junta.

Esta intervenção foi efetuada no âmbito das intervenções do público, previstas no regimento da assembleia municipal de Sátão, tendo o cidadão Manuel Pereira, classificado o ato de elevada gravidade.

Para além da deposição dos lixos no terreno, Manuel António Pereira, apresentou ainda o facto de a estação elevatória do Pereiro e da ETAR do Cigarral estarem a libertar efluentes sem tratamento para as ribeiras que drenam todo o vale das Pedrosas, nomeadamente para a ribeira do Seixal, linhas de água que prosseguem o seu curso para a União de Barreiros e Cepões antes de irem desaguar ao rio Vouga.

Quer relativamente a um assunto quer relativamente ao outro, Manuel António Pereira, exibiu um conjunto de fotografias a cores em que os respetivos assuntos estavam documentados.

Relativamente à deposição de lixos na Maeira, que havia sido efetuada no mandato do anterior presidente, Alexandre Vaz, o atual presidente, Paulo Santos, admitiu tal deposição e referiu que a situação, depois de o SEPNA ter intervindo, foi ultrapassado através do transporte dos referidos lixos para outro local, transporte efetuado por uma empresa especializada, estando neste momento, segundo o autarca, a situação regularizada.

Quanto aos efluentes do Pereiro e Pedrosas, Paulo Santos exibiu um documento da empresa que efetua as análises aos efluentes que são libertados para demonstrar que não há violação das regras ambientais, admitindo que só em dias de muita chuva, ou por falta de energia possa haver algum problema.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here