Casos reais de bullying vão subir ao palco do IPDJ, em Viseu, pela mão da Visiunarte

0
687
(DR)

A Associação Juvenil Visiunarte está a promover uma peça de teatro que aborda a temática do bullying, no sentido de alertar os jovens para essa situação que cada vez mais cria maus momentos nas escolas.

Deste modo, a Associação está a promover de forma absolutamente gratuita, em parceria com o IPDJ de Viseu, uma peça de teatro designada de “E tu? Aguentas?” que retrata o caso de uma rapariga chamada Ana, que, após vários atos de violência psicológica e física, acaba por suicidar-se. Ainda na peça são utilizados textos de casos reais de bullying nas escolas. Deste modo, a peça subirá ao palco no dia 21 de abril pelas 21h no IPDJ e será levada a cabo para instituições de lares de adolescentes, bem como outras que possam estar interessadas, no sentido de sensibilizar um maior número de pessoas, adolescentes, para este efeito negativo que é o bullying, tanto a nível psicológico, físico, virtual.

Para a construção da peça foram estudados casos reais e ainda feita uma ação de formação com a doutora Ana Margarida Silva, que também irá publicar no próximo mês um livro sobre bullying sobre a sua experiência pessoal.

Nesta peça, a Visiunarte conta com a interpretação de vários atores viseenses.

Ana é interpretada por Diana Pereira, a vítima principal da história, que, após ter confiado em determinados colegas, vê a sua vida arruinada. Jéssica (Catarina Cunha), Alex (Ricardo Cálix), interpretam dois amigos de Ana, responsáveis pela sua desgraça. Ma peça há ainda uma personagem “caricata” que diz sempre a verdade seja de que maneira for, interpretada por André Ferreira, como que a voz da consciência. A visão parental é interpretada por Sara Oliveira, Pedro Catalarrana, Sandra Correia e Micael de Almeida, dois casais que revelam o sofrimento parental de maneiras distintas.

A esta peça também não escapa a visão escolar, uma vez que todo o desencadeamento do conflito começa primeiramente na escola. Finalmente, a personagem interpretada por Miguel Costa revela que por vezes ficar parado a assistir a maus tratos pode causar mazelas inesquecíveis.

O texto é inspirado na série “13 reasons why“, e a encenação é feita por Maggie Ribeiro.

Segundo a Visiunarte “o teatro também é importante para refletir no que está bem e mal, no que deve ser mudado”.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.