Estão a aumentar as vítimas mortais resultantes da sinistralidade rodoviária

0
297
(Foto: Dão e Demo)

De janeiro a setembro morreram nas estradas portuguesas 378 pessoas em acidentes rodoviários, com uma média de 42 mortos por mês, nestes primeiros nove meses do ano.

Estes valores correspondem a um aumento de 17%, segundo dados revelados esta semana pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). Ora isto equivale a um aumento de 56 mortes nas estradas portuguesa quando comparado com os valores do período homólogo de 2016.

Mas não foram só as vítimas mortais que aumentaram, também o número de acidentes aumentou 1.016, passando de 94.533 no ano anterior para 95.549, neste ano, entre janeiro e setembro.

Os distritos com maior número de mortes foram Porto (55), Setúbal (44) e Lisboa (37) e os distritos com menor número de vítimas mortais foram Portalegre (oito), seguido da Guarda e Viseu, com nove em cada um.

Já os feridos graves foram este ano 1.641 o que corresponde a mais 58 do que em período idêntico de 2016.

Quanto aos feridos ligeiros o número cifrou-se nos 29.007 este ano, contra os 28.550 do ano passado.

Os dados, no que respeita ao número de vítimas mortais, correspondem àqueles cujo óbito foi declarado no local do acidente ou a caminho do hospital.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.