Mais uma medalha de ouro para o queijo de ovelha Flor da Beira

0
817
(Foto: Dão e Demo ©)

A Queijaria Flor da Beira, localizada em Carregal do Sal, foi distinguida com a medalha de ouro na categoria queijo de ovelha no 8º Concurso Nacional de Queijos Curados Tradicionais Portugueses 2018, que teve lugar em final de março no CNEMA, em Santarém.

Este prémio é mais um a somar a tantos outros que esta queijaria tem obtido ao longo dos seus 22 anos de existência. Recorde-se que a queijaria já havia recebido antes o prémio de melhor queijo de ovelha em 2014, medalha de ouro em 2015 e medalha de prata em 2016.

Refira-se que a 1 de janeiro do corrente ano publicámos uma entrevista precisamente com Victor Pedro Pinto, principal responsável e gerente da Queijaria Flor da Beira, natural e residente em Vila Longa, concelho de Sátão, que nos deu nota do historial da queijaria e da família, sempre ligada aos laticínios, da quantidade de queijo produzido, dos métodos de fabricação e dos motivos que levaram esta empresa a ser localizada em Carregal do Sal.

Recordamos aqui que a queijaria tem 25 trabalhadores e produz anualmente 250 toneladas de queijo de ovelha, para além de requeijão, tendo uma faturação anual de cerca de dois milhões de euros.

A origem dos 8.000 litros de leite laborados diariamente é da região, desde Mangualde, Penalva do Castelo, Tondela, Santa Comba Dão, Arganil, Oliveira do Hospital e Tábua, sendo a recolha assegurada por quatro camiões cisterna que diariamente vão buscar o leite, das ovelhas bordaleiras e churras mondegueiras, aos cerca de 120 produtores com quem a empresa trabalha.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.