Ministro da Cultura esteve presente na comemoração do 102º aniversário do Museu Nacional Grão Vasco

0
691
Foto: Laurinda Ribeiro

Luís Filipe Castro Mendes, ministro da Cultura, associou-se, esta sexta-feira, dia 16 de março, à comemoração do 102º aniversário do Museu Nacional Grão Vasco.

Numa cerimónia que teve lugar numa das salas do Museu o ministro da Cultura associou-se a este evento saudando e enaltecendo todos quantos quotidianamente dão vida e projetam este espaço museológico situado numa “cidade de interior”.

A comemoração iniciou-se com as palavras de Paula Cardoso, diretora do Museu que deu as boas vindas a todos os presentes, traçou uma breve história do Museu desde a sua fundação em 1916, enfatizando a importância da criação do website do Museu como um elemento relevante para se abrir “uma janela para o mundo, seguindo outros caminhos na divulgação da sua riqueza patrimonial e artística e potenciando a internacionalização do seu magnífico acervo, da sua história e da sua vida”.

Jorge Sobrado, vereador da câmara de Viseu, em representação do município, deixou expressa a importância do Museu para a cidade e a excelente interação que tem existido entre ambas as instituições. Apresentou ainda ao ministro, em jeito de “telegrama”, alguns aspetos que a câmara gostaria que tivessem uma especial atenção por parte do governo, como sejam “um projeto de gestão cultural de médio e longo prazo” e um especial enfoque ao facto de Viseu ser a capital europeia do folclore em 2018.

Intervieram ainda a diretora geral do Património Cultural, Paula Silva, que traçou as políticas que têm vindo a ser seguidas pela direção geral, nomeadamente no âmbito da criação dos websites dos museus nacionais e Ana Braga que efetuou uma intervenção sobre comunicação e acessibilidades no âmbito da cultura deixando exemplos de museus internacionais nesta matéria.

No final da sessão o ministro, interpelado pelos jornalistas, referiu que irá ser lançado o concurso para diretor do museu e que o atraso se deve a causas burocráticas e administrativas, não deixando de enaltecer o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela atual diretora, referindo que “a dra. Paula Cardoso tem feito um excelente trabalho, no entanto, é evidente que o concurso terá de ser aberto, é da lei”.

A encerrar esta comemoração brindou-se aos 102 anos de vida do Museu Nacional Grão Vasco.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.