Quando é que os camiões deixam de passar na rua da Miusã? Estão à espera de um acidente mais grave?

0
775

CORREIO DOS LEITORES

Nesta coluna, “Correio dos Leitores”, inserimos os comentários/observações que os nossos leitores, devidamente identificados, nos queiram remeter.

«Vai agora fazer dois anos, a 2 de fevereiro, um camião destruiu a vedação de uma vivenda da rua da Miusã, em Sátão, conforme na altura noticiou o vosso jornal nos seguintes termos:

“Aconteceu no início da semana passada, no dia 2 de fevereiro. Um camião com uma carga de avultada tonelagem, tendo que parar a meio da íngreme subida da rua da Miusã, na vila de Sátão, quando teve que voltar a iniciar a marcha já não o conseguiu fazer nas melhores condições tendo descaído contra um muro de vedação de uma vivenda onde causou danos materiais, como se pode ver na foto que publicamos.”

Ora, esta situação, muito grave, do atravessamento diário de centenas de camiões de grande tonelagem por esta rua, que nunca foi projetada para tal trânsito, causa incómodos e perigos permanentes para mim e para todos os moradores que, como eu, aqui residem.

Pese embora o facto de este assunto já ter sido por inúmeras vezes colocado aos responsáveis camarários – anterior presidente e hoje vice-presidente, e anterior vice-presidente e hoje presidente – o que é facto é que o problema continua e não há meio de o mesmo ser solucionado, percebendo-se desde logo que nenhum deles aqui reside para perceber, de facto, a gravidade da situação.

Falo por mim, mas creio que todos terão opinião semelhante, é inadmissível que este problema continue sem uma luz ao fundo do túnel. É lamentável que a câmara continue a “assobiar para o ar” e não encontre uma solução rápida para o maior problema estrutural com que o Sátão está confrontado, senão veja-se o orçamento da câmara para 2018.

Será que estão à espera de um acidente mais grave?

J.»

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here