Secretário de Estado do Desporto e da Juventude na apresentação do livro “Educar o sonho”, de Vítor Santos

0
737
Vítor Santos, João Paulo Rebelo e Catarina Durão

A sessão de apresentação do livro: Educar o sonho: ética e envolvimento parental na prática desportiva, da autoria de Vítor Santos, decorreu no passado dia 26 de fevereiro no IPDJ de Viseu.

Um momento vivido com espirito desportivo pelos presentes e que escutaram atentamente as palavras do Secretário de Estado do Desporto e Juventude, João Paulo Rebelo e dos restantes membros que completaram o painel de oradores: Manuel Cajuda, João Luís Esteves, António Figueiredo e do autor, Vítor Santos.

Os membros do painel: José Luís Esteves, João Paulo Rebelo, António Figueiredo, Vítor Santos e Manuel Cajuda

A obra que promove a ética e os valores do desporto visa fundamentalmente a participação dos pais na prática desportiva dos filhos. Vítor Santos tem um percurso ligado ao desporto e foi distinguido nos últimos anos pelo Plano Nacional de Ética Desportiva.

“Educar o sonho: ética e envolvimento parental na prática desportiva” transporta-nos para uma reflexão provocadora do triângulo do desporto de formação: o atleta, os pais e o clube/treinador. A importância dos pais, a gestão das expetativas destes para com os seus filhos, a formação de treinadores e dirigentes são a chave para o sucesso de um desporto de formação com valores. Enquanto assim não é estamos a formar hooligans desportivos que vão revelar-se através de atos e/ou palavras.

Assistência

Importa referir que o livro não se limita a tocar em aspetos menos positivos do comportamento de Pais e Treinadores, ele promove, concomitantemente, a profilaxia destes comportamentos acendendo luzes orientadoras para este difícil processo de formação através do Desporto. Os insucessos são sempre referidos como incompetência e servem para «chacota». As redes sociais são eco de clubites exacerbadas e de falta de cultura desportiva mesmo por aqueles que têm prática desportiva. Algo falhou nessa prática!

O autor, Vítor Santos

Fará sentido em Portugal falar de interioridade? Fica um manifesto, de certa forma político, na abordagem da desertificação e a falta de recursos como aspetos limitativos do desenvolvimento desportivo fora dos grandes centros urbanos. O momento de crispação em que vive o futebol português é muito por falta de cultura desportiva.

O livro contém ainda um caderno pedagógico sobre a participação dos pais na prática desportiva. Uma obra de leitura obrigatória para todos os que intervêm, direta ou indiretamente, no processo de formação de futuros Homens através do Desporto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here