Quinoa com grão-de-bico à indiana

0
273
(Foto: Luís Catarino)

Por: Luís Catarino *

Vinda da cordilheira andina, onde era cultivada pelos incas, a quinoa é hoje um dos alimentos em destaque nas ementas alternativas, sendo considerado pela ONU como um “excelente alimento”.

O contacto com esta semente por parte dos europeus, cultivada há milhares de anos nos Andes, aconteceu com a chegada dos espanhóis àquelas paragens, no século XVI, e hoje é considerado um dos alimentos mais nutritivos, pois é uma das melhores fontes de proteína vegetal, contendo também, para além disso, magnésio, ferro, potássio, fósforo, zinco e vitaminas B1, B2, niacina e antioxidantes.

Sementes de quinoa (Foto: Luís Catarino)

Mas não se ficam por aqui as características desta semente, semelhante aos cereais. Não tem glúten e é o único ingrediente de origem vegetal que contém todos os aminoácidos essenciais ao organismo humano.

Importa também referir que não deve ser consumida em excesso, afinal, como muitos outros alimentos, pois “pode provocar alterações a nível gastrointestinal e reduzir a absorção de alguns nutrientes”.

Fontes informativas:

PINGO DOCE

NIT

RECEITA

> QUINOA COM GRÃO-DE-BICO À INDIANA

A designação da receita “Quinoa com grão-de-bico à indiana” é inspirada no facto de introduzirmos neste prato o caril e o gengibre que, como se sabe, são dois vegetais que têm a sua origem no oriente, mais concretamente na Índia.

De referir que este é um prato vegetariano que contém os elementos nutricionais necessários, que lhe advêm, essencialmente, da quinoa e do grão-de-bico.

INGREDIENTES para 2 pessoas

– Quinoa (100 gramas)

– Grão-de-bico (250 gramas)

– Couve lombarda (a seu gosto)

– Caril (duas colheres de chá)

– Gengibre desidratado (5 cubos)

– Três dentes de alho

– Uma cebola pequena

– Um tomate médio

– Pimento

– Azeite

– Salsa ou coentros

CONFEÇÃO

Coza a quinoa, depois de a ter durante uma hora de molho em água. A cozedura (1 porção de quinoa para 2 de água) deverá ser durante cerca de 15 minutos, até a água desaparecer.

Numa frigideira ou num tacho coloque quatro colheres de sopa de azeite, a cebola picada e 3 dentes de alho fatiados e deixe estrugir até a cebola ficar ligeiramente alourada.

Junte-lhe o tomate, um pouco de pimento fatiado, o caril e o gengibre desidratado previamente esmagado e deixe refogar durante alguns minutos (três quatro minutos), colocando, durante o processo piripiri e sal a seu gosto.

De seguida junte-lhe o grão-de-bico, previamente cozido e a quinoa e envolva tudo com o molho do refogado.

Finalmente, coloque-lhe a couve lombarda, partida em pequenos pedaços e previamente cozida.

Deixe cozinhar durante cinco minutos, em lume brando, e está pronto.

Antes de servir salpique com salsa ou coentros a seu gosto.

E PARA BEBER?

Casa da Ínsua, branco, encruzado, 2016. Um excelente vinho DOC da região do Dão.

É um vinho que deve ser servido a uma temperatura de 10 a 12 graus e que tem 14,5% de vol. de álcool.

(*) Colaborador Dão e Demo na gastronomia e vinhos.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.