Apresentação da revista aquilino juntou os autarcas das “Terras do Demo” em Sernancelhe

0
259

Apresentação da revista AQUILINO n°4, hoje em Sernancelhe.

Posted by DÃO E DEMO jornal digital on Saturday, 24 November 2018

Teve lugar neste sábado, dia 24 de novembro, a apresentação do nº4 da revista aquilino, uma revista dedicada à vida e obra de Aquilino Ribeiro editada pela Câmara Municipal de Sernancelhe, cuja direção está a cargo de Paulo Neto desde o número um, editado em 2009.

Com a sala museu do centro de Artes de Sernancelhe completamente cheia, intervieram Paulo Neto, diretor da revista, que efetuou o enquadramento da sessão e recordou os momentos mais significativos das edições anteriores da revista. Igualmente lançou o repto para que em 2019, centenário da obra Terras do Demo, se efetue nos territórios dos três municípios, Sernancelhe, Moimenta e Vila Nova de Paiva, uma grande inciativa que assinale a efeméride, junte os aquilinianos e promova o território.

De seguida interveio Maria Eugénia Pereira, professora da Universidade de Aveiro, e que se tem dedicado ao estudo de Aquilino Ribeiro, que corroborou o repto de Paulo Neto e falou do excelente trabalho que o diretor da revista, número após número, tem vindo a efetuar.

Quanto aos autarcas, José Eduardo Ferreira, José Morgado e Carlos Silva, que intervieram de seguida, deixaram bem expressa a sua adesão ao repto e teceram acutilantes observações sobre a importância de Aquilino Ribeiro para o desenvolvimento das Terras do Demo.

Carlos Silva, presidente de Sernancelhe, fez questão de referir que a revista, embora editada pela Câmara de Sernancelhe, é de todos, também de Moimenta e de Vila Nova de Paiva e deixou uma palavra especial para o proficiente trabalho do diretor, Paulo Neto, e para todos quantos ajudaram na edição deste número da revista.

A encerrar os alunos do Conservatório de Ferreirim brindaram a plateia com magníficos recortes musicais.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.