CDS afirma que edifício da PSP de Lamego está “obsoleto” e a “instalação elétrica não aguenta a potência”

0
283
Instalações da PSP em Lamego (Foto: Google)

O CDS questiona Governo sobre falta de condições das instalações da PSP, em Lamego.

Os deputados do CDS-PP Hélder Amaral e Vânia Dias da Silva questionaram o Ministro da Administração Interna sobre a falta de condições das instalações da PSP, em Lamego, revelaram os centristas através de comunicado nesta quarta-feira, dia 9 de janeiro.

Na pergunta enviada à tutela, os deputados do CDS-PP querem saber “se o ministro tem conhecimento do mau estado de conservação do edifício em que funciona a PSP, em Lamego, nomeadamente de que as condições atuais das instalações não permitem o uso de qualquer tipo de aquecimento, sendo que se trata de uma região onde o inverno é rigoroso, com temperaturas que chegam a graus negativos”.

Os deputados questionam o ministro sobre “se este entende, ou não, que estas condições prejudicam a operacionalidade dos agentes na proteção às populações sob sua jurisdição e querem saber para quando está prevista a resolução do problema”.

O CDS refere ainda que “a instalação elétrica do edifício cedido pela Câmara Municipal de Lamego à PSP, em regime de comodato, não aguenta a carga ou a potência dos equipamentos, principalmente no inverno, quando, devido às muito baixas temperaturas, os agentes necessitam de ligar aparelhos de aquecimento”.

O CDS-PP revela, finalmente, que “apurou que o edifício é obsoleto e se encontra em mau estado de conservação, não possuindo qualquer isolamento térmico. Na prática, as condições atuais das instalações não permitem o uso de qualquer tipo de aquecimento, sendo que na região o inverno é extremamente rigoroso, com temperaturas que nalguns dias chegam a graus negativos. As Forças de Segurança necessitam de instalações com condições adequadas à sua missão, de modo a não ver prejudicada a sua eficácia e operacionalidade na segurança e proteção às populações”.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.