[Cinema] O Primeiro Homem na Lua (2018)

0
142

Por: José Pedro Pinto*

First Man (2018) | Ryan Gosling, Claire Foy, Jason Clarke | Realizado por Damien Chazelle | 141min.

“Trabalha-se para corrigir as falhas anteriores e descobrir as seguintes”

O Primeiro Homem na Lua de Damien Chazelle criou-me a sensação de estar a ver um filme importante, com a sua câmara à mão que segue as caras das personagens de perto, por cenários (perfeitos) que são principalmente fundos para caras, com a sua música constante que insiste em loops ansiosos, com o seu argumento de checkpoints, cada cena em preparação da próxima em preparação da cena final e a cena da viagem à lua é apenas mais um check numa checklist gigante cujo objetivo final não é “chegar à lua” mas “mostrar aos russos quem manda”.

O filme mostra cada um dos itens dessa enorme checklist com detalhe, torna a viagem à lua num esforço logístico de equipas de conselheiros que instruem políticos, que criam orçamentos para agências, que contratam
– executivos que criam checklists,
– cientistas que criam protocolos,
– agentes imobiliários que arranjam casa para o staff,
– pilotos que vão à lua,
– senhoras da cantina que lhes arranjam o almoço,

– e assim o feito soa mais humano.

Percebemos que houve 12 naves no programa Gemini e 10 no programa Apollo até ao Apollo 11 chegar à Lua porque os outros 10 não chegaram. Como diz o Neil Armstrong, interpretado pelo Ryan Gosling, trabalha-se para corrigir as falhas anteriores e descobrir as seguintes. ***1⁄2

*Artigo originalmente publicado na edição de 26 de Outubro do Jornal do Centro.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.