Concelhia de Viseu do CDS felicita os vencedores e quer uma “reflexão séria” sobre a abstenção

0
144

Na sequência das eleições de domingo para o Parlamento Europeu a concelhia de Viseu do CDS, presidida por Carlos Cunha, emitiu um comunicado em que “felicita” os vencedores e deixa o “apreço” a Nuno Melo e a toda a lista e uma “palavra de estímulo e gratidão à JP.

Quanto à abstenção o CDS de Viseu refere que “uma taxa de abstenção tão elevada no concelho de Viseu merece uma reflexão séria e deve preocupar todos os partidos, em especial os de Centro Direita que perderam eleitorado nestas eleições”.

Eis o teor integral do comunicado:

Em resultado do ato eleitoral de dia 26 de Maio para as eleições europeias ficam as seguintes notas:

1- Felicitar o PS pelos resultados eleitorais obtidos no Concelho de Viseu e a nível nacional;

2- Felicitar todos os candidatos eleitos ao Parlamento Europeu, fazendo votos para que representem condignamente Portugal num momento de tantos desafios para a União Europeia;

3- Uma palavra de apreço ao nosso candidato Nuno Melo e a toda a lista candidata. No CDS ganhamos todos e perdemos todos!

4- Uma palavra de estímulo e gratidão à JP pelo trabalho desenvolvido e pelo apoio constante durante a campanha;

5- Uma palavra para todos aqueles que decidiram não exercer o seu direito de voto como forma de protesto. Talvez não tenham encontrado gente nos partidos suficientemente capaz para os representar.

Uma taxa de abstenção tão elevada no concelho de Viseu merece uma reflexão séria e deve preocupar todos os partidos, em especial os de Centro Direita que perderam eleitorado nestas eleições.

6- Cabe aos partidos combater a abstenção com propostas assertivas e sérias e aos políticos prometerem apenas aquilo que podem cumprir.

7- Mas também cabe aos cidadãos aproximarem-se dos partidos, fazendo parte da sua vida ativa. Não se podem limitar apenas a dizer mal.

Há que assumir responsabilidades, procurar ter uma voz activa nas estruturas partidárias. A política e Viseu mais do que nunca precisa de gente com profissão, disposta a servir a sua cidade e o seu concelho. Todos ganhamos com uma democracia mais participada por homens e mulheres, jovens e menos jovens.

8- Esta é uma das principais reflexões que o CDS tirou das eleições europeias e da enorme taxa de abstenção registada. Mostrar a sua abertura a todos aqueles que pretendam ter uma participação política mais ativa;

9- Em política ninguém tem o monopólio dos temas, o que fará a diferença é a apresentação de propostas sérias e credíveis para os diferentes temas.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.