Convívio de Aguiar da Beira em França juntou 250 emigrantes em Paris

0
394
(Foto: Aguiar no Coração)

Com o apoio do município, o 1º convívio de emigrantes do concelho de Aguiar da Beira em França, mais concretamente em Pierrefitte-sur-Seine, Paris, contou com 250 participantes, segundo revelou através de comunicado o CLDS 3G Aguiar no Coração, promotor da iniciativa.

Do município deslocaram-es a França os presidentes da câmara municipal e da assembleia municipal, respetivamente Joaquim Bonifácio e Virgílio Cunha, entre outros autarcas, e do CLDS o seu coordenador Altino Pinto.

(Foto: Aguiar no Coração)

“Acentuar a proximidade aos nossos emigrantes, evidenciar a sua importância para o desenvolvimento do concelho, reforçar a identidade aguiarense e promover o nosso território e os nossos produtos, serviços e recursos além fronteiras” foram, segundo a organização, alguns dos objetivos subjacentes a esta iniciativa que teve lugar no passado domingo, dia 21 de outubro em terras gauleses, mais concretamente num município junto a Paris, em Pierrefitte, onde a Associação Portuguesa local foi a anfitriã.

(Foto: Aguiar no Coração)

A organização destaca ainda que este evento, tal qual o anterior que teve lugar em Aigle, na Suiça, também teve a intenção de “promover o contacto entre empresários do Concelho de Aguiar da Beira e empresários oriundos desta região radicados em França, com o objetivo de estreitar laços e estabelecer parcerias comerciais com a comunidade emigrante, podendo no futuro originar algumas oportunidades de negócio e de intercâmbio”.

(Foto: Aguiar no Coração)

Depois da receção, da promoção e espaço de exposição de serviços e produtos do concelho e do almoço, teve lugar da parte da tarde uma sensibilização para que todos fossem embaixadores de Aguiar da Beira, terminando o convívio com música ao vivo e com a degustação, ao lanche, de produtos oriundos de Aguiar da Beira.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.