Filandorra adaptou peça de Aquilino Ribeiro | Estreia foi em Sernancelhe

0
249

“O mestre grilo cantava e a gigante dormia”, de Aquilino Ribeiro, foi adaptada pela companhia Filandorra e a sua estreia teve lugar esta segunda-feira, dia 27 de maio, em Sernancelhe, dia em que se assinalaram 56 anos sobre a morte do escritor.

Esta peça, inspirada na obra do escritor Aquilino Ribeiro, é dirigia aos alunos do primeiro e segundo ciclos e o objetivo é levar não só esta peça, mas o trabalho e obra do escritor a ser reconhecido pelo público mais jovem e ser integrado como leitura obrigatória nos manuais escolares, donde tem andado arredado, como com regularidade os autarcas das Terras do Demo e da Fundação Aquilino Ribeiro (Sernancelhe, Moimenta da Beira e Vila Nova de Paiva) têm vindo a denunciar.

Mestre Grilo Cantava e a Giganta Dormia, conforme refere a autarquia de Sernancelhe, “conta a história de uma abóbora que “à força de comer do solo e beber do regadio”, levava a vida a comer, a dormir e a crescer, indiferente a todo o movimento à sua volta e aos animais circundantes. Certa noite, “já espigadota”, foi acordada por um coro de rãs, sapos, ralos, uma cigarra e um grilo, uma verdadeira “fanfarra” que clamava ao “solzinho rico” … à fábula de Aquilino foram acrescentadas canções da autoria de Marília Miranda, canções essas que segundo a autora, “procuram serem fidedignas, quer ao ambiente que Aquilino criou, quer às palavras-chave que surgem, muitas vezes, repetidas, quase como se estivessem à espera de serem musicadas, e reforçam, pois, o sentido de cada personagem, acrescentando às suas falas a melodia que elas despertaram””.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.