Funcionários judiciais mantêm greve parcial e agendam plenários para Viseu e Sátão

0
361
Palácio da Justiça de Viseu (Foto: Dão e Demo)

Depois de na passada 3.ª feira, dia 11, a reunião entre o Ministério da Justiça e os sindicatos dos funcionários dos Tribunais não ter trazido nada de novo quanto às exigências da classe, e num período onde continua a decorrer a greve parcial até final do ano, o Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ) decretou para o próximo dia 19, entre as 9 e as 11h, plenários no Núcleo e T.A.F. de Viseu, com a presença do Secretário-Geral do SFJ, António Marçal, e no Núcleo do Sátão, segundo nos revelou fonte sindical.

Alguns dos motivos que levam a este protesto dos funcionários judiciais são o incumprimento por parte do Governo de compromissos assumidos, onde se destaca o novo estatuto profissional, a regularização do suplemento, a abertura dos concursos para a promoção na carreia e a compensação das horas extraordinárias, revelou-nos a mesma fonte.

O período de paralisação dos funcionários judiciais vai, mais uma vez, levar à paralisação das secretarias judiciais destes Tribunais e, consequente, adiamento das diligências agendadas na semana que antecede o período de férias judiciais.

Apurámos ainda que para o início do ano novo os funcionários judiciais vão continuar em luta, encontrando-se agendada uma greve nacional de uma semana e uma concentração junto do Ministério da Justiça, em Lisboa, no dia em que decorrer a cerimónia da abertura do ano judicial.

Atualmente, no setor da justiça, decorrem ainda greves dos Juízes e Guardas Prisionais, com a promessa dos inspetores da Polícia Judiciária e magistrados do Ministério Público entrarem também de greve em janeiro de 2019.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.