Helena Reis vai ‘construir’ uma estátua ao vivo em Moimenta da Beira, na Expodemo

0
453

Há seis anos, na cidade holandesa de Arnhem, a melhor estátua viva do mundo tinha assinatura portuguesa. Helena Reis vencia o Festival Mundial de Estátuas Vivas com DEVENIR, uma obra que mostra uma mulher a ser esculpida a partir de um bloco de pedra.

Essa escultura que Helena Reis define como “um ser humano esculpido, nu” que se “funde com a rocha” e que “uma metade [está] presa, e uma metade inevitavelmente livre”, vai ser ‘construída’ e estará representada em Moimenta da Beira, durante a Expodemo, que decorre de 14 a 16 de setembro.

A performance de Helena Reis é inspirada nas esculturas dos “Escravos”, de Miguel Ângelo, e no conceito filosófico do “Devir”. Proposto por Gilles Deleuze, “Devenir” é uma assim uma performance feita de dualidades, onde o Ser se torna estátua tal como a estátua se torna viva. Uma performance artística que habita a “fronteira” de dois universos que se encontram e que nela coexistem: o do corpo preso e o do corpo livre. No cerne da pedra adivinham-se pulsações; as esperanças respiram e a imobilidade da escultura invoca o movimento que irá dar sentido à obra. No silêncio impõe-se a eterna questão: renunciar ou Devir?

No currículo a artista tem ainda o “Prémio do júri e Prémio do Público”, no XVI Festival de Estátuas vivas de espinho. E também o “Prémio do Público” de melhor estátua no XIII Concurso Internacional de estátuas humanas em Leganés, Madrid. Junta-se ainda o segundo lugar no “Man.in.Fest 2015”, na Roménia.

A Expodemo abre no dia 14 de setembro e encerra dois dias depois. É o certame de maior dimensão e mais concorrido da região. Uma feira de negócios de exaltação à maçã, fruto da terra, das raízes e da Luz, que se realizará no miolo mais urbano e mais emblemático da vila, e que se assume hoje como um importante cartaz turístico e cultural organizado pela Câmara Municipal de Moimenta da Beira.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.