Linhas ferroviárias de Viseu-Foz Tua e Viseu-Mangualde: A monarquia previu, mas a república não construiu

0
1244
(Fotomontagem Dão e Demo com base na Gazeta dos Caminhos de Ferro)

De Viseu a Foz-Tua com passagem pelos concelhos de Sátão, Aguiar da Beira, Sernancelhe, onde ligaria (em Vila da Ponte) na linha Régua-Vila Franca das Naves, seguindo depois, por Penedono e Pesqueira até Foz Tua e uma ligação ferroviária entre Viseu-Mangualde estavam previstas no plano ferroviário que a monarquia concebeu para a região de Viseu.

É disso que lhe falaremos neste breve artigo. Das linhas de caminho-de-ferro que a monarquia concebeu para a região de Viseu e que estiveram em plano. Houve aliás estudos desenvolvidos, com contactos no terreno, para estas linhas.

A fonte para esta notícia são duas páginas da Gazeta dos Caminhos de Ferro de 16 de junho de 1903 publicadas na página do Facebook da Região de Viseu.

“Propoz a comissão e figura no plano uma linha de Vizeu a Foz Tua, que cruza aquella [Regoa-Lamego-Tarouca-Moimenta-Sernancelhe-Trancoso-Villa Franca das Naves] nas alturas de Villa da Ponte e que põe termo ao isolamento da linha do Tua”, refere a Gazeta dos Caminhos de Ferro.

Página 205 da Gazeta dos Caminhos de Ferro de 16.06.1903

Ou seja, o plano previa uma ligação entre a linha do Douro e a linha da Beira Alta, entre a Régua e Vila Franca das Naves que, nas imediações de Vila da Ponte seria cruzada pela linha que vinha de Viseu para Foz Tua. Recorde-se que a ligação entre a Régua e Lamego foi praticamente construída na totalidade sendo ainda visíveis as pontes sobre o rio Douro e a ponte sobre o rio Balsemão.

De referir que esta ligação de Viseu a Foz Tua esteve envolta sempre em grandes debates já durante a república e, inclusivamente, constou do plano publicado no diário do governo, o Decreto n.º 18:190, de 28 de Março de 1930 mas que pouco anos depois havia de ser abandonado definitivamente.

Mas nessa edição da Gazeta dos Caminhos de Ferro é ainda referida, num artigo assinado por J. Fernando de Sousa, a ligação de Viseu a Mangualde e que hoje volta a estar na ordem do dia.

“Mais valiosa é a ligação Vizeu a Mangualde, que devia ter sido a preferência sobre o traçado adoptado para o ramal de Vizeu”.

Quer isto dizer que a tão propalada, hoje, ligação Aveiro-Viseu-Mangualde vem desde o século XIX, da qual foi construída a linha do Vale do Vouga, desativada há três décadas (Aveiro-Viseu) tendo faltado, na altura, a “mais valiosa ligação Viseu-Mangualde”.

Mas não se ficam por aqui as linhas que a monarquia previu para a região de Viseu. Consta ainda no plano, para além das referidas, uma ligação de São Pedro do Sul a Tarouca, entroncando na ligação da linha do Douro à da Beira Alta (Régua-Vila Franca das Naves).

Aqui fica, pois, um breve excerto para uma história mais detalhada que falta escrever.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.