Moimenta da Beira | Vinte minutos de granizo poderão ter destruído mais de 25.000 toneladas de maçã.

0
1767
António Silva - Presidente da Cooperativa Agrícola do Távora (Fonte: Porto Canal)

Foram vinte minutos de chuva e de granizo que colocaram em causa todo um ano agrícola a nível dos pomares de maçãs, em Moimenta da Beira.

Esta queda intensa de granizo causou prejuízos elevados na produção de maçã e o presidente da Cooperativa Agrícola do Távora, António Silva, diz mesmo que “foi trágico” o que se passou fruto das condições atmosféricas que se viveram no dia 3 de setembro no concelho, até porque a maçã é das principais fonte de rendimento da população.

Quanto aos seguros, ainda segundo o presidente da Cooperativa, em declarações ao Porto Canal, embora atenuem, não resolvem o problema, porque os agricultores de Moimenta da Beira “produzem 60 a 70 toneladas de maçã por hectare e os seguros apenas permitem a cobertura de 30 toneladas por hectare”.

Os agricultores tentam ainda alguns tratamentos que possam minimizar o problema, com a aplicação de cálcio, embora as expectativas não sejam altas e a quebra de produção estima-se que seja superior a 40% num concelho que produz cerca de 60.000 toneladas por ano, uma vez que a maçã atingida ou ficou totalmente destruída ou agora vai para refugo. Ora assim sendo podemos estar a falar numa quebra de 25.000 toneladas de maçã. Aguardemos pelas conta que agora vão ser efetuadas.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.