Parabéns ao Agrupamento de Escolas de Sátão! E à Câmara? Não.

0
1315

Por: Acácio Pinto

Através da sua página do facebook, Helena Castro, diretora do Agrupamento de Escolas de Sátão, deu nota da pintura do muro da escola Ferreira Lapa de Sátão, “pintado por funcionárias e professores” referindo que “não há palavras para agradecer”. Igualmente deu nota da “pintura dos espaços exteriores da Escola Básica de Ferreira de Aves por mulheres muito corajosas: as funcionárias desta mesma escola”, concluindo que foram “fantásticas”.

De facto as nossas palavras não podem ir em sentido diferente. O trabalho final merece um louvor, merece que nos curvemos em sinal de aplauso. Em muito, estas obras vêm melhorar a qualidade do espaço urbano do nosso concelho. E tratando-se de escolas públicas, tal “investimento”, que não foi avultado, como se vê, vem dar ainda mais dignidade a espaços educativos da nossa terra e, consequentemente, aumentar o sentido de pertença da escola à comunidade e de autoestima aos alunos que a frequentam.

Há porém um reparo que queremos fazer e que já não é primeira vez que o trazemos à ribalta. Trata-se da péssima acessibilidade, desde o seu “nascimento”, em setembro de 1993, à escola Ferreira Lapa.

E a questão é simples e é dirigida à Câmara Municipal de Sátão: Como é possível manter-se tal arruamento, estreito e esconso, à entrada principal da escola? Como é possível que o poder autárquico se conforme com tal situação há 25 anos?

Vista principal da escola a partir da rua de Lescar (Foto: Dão e Demo).

Como governar é optar, fica evidenciado que as opções do poder têm sido outras.  Pela nossa parte e com frontalidade o reafirmamos: Não tem andado bem a câmara nesta matéria. Aliás, avançámos há 7 meses atrás, já neste mandato, com a necessidade de se efetuar um plano de pormenor para os terrenos em frente à escola, no sentido de dar um melhor enquadramento ao edifício e ao espaço envolvente. Porém não fomos escutados!

Resta-nos, portanto, continuar com a convicção que sempre tivemos: a Escola Ferreira Lapa, de Sátão, deveria ter um acesso à sua entrada principal que fosse digno, largo e arejado, muito mais ainda agora depois do empenhamento e da dedicação de pessoas que não tendo no seu conteúdo funcional tais tarefas, as quiseram executar, voluntariamente, para melhorar ainda mais a qualidade dos edifícios onde se presta educação.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.