Presidente da CIM Douro discorda do fim dos comboios no Douro: “uma vergonha, um escândalo”

0
788
Carlos Silva Santiago

A propósito da notícia do jornal Público, em que se afirma que a CP irá acabar com o comboio turístico na linha do Douro, com que ilustra o seu post no Facebook, o presidente da CIM Douro, Carlos Silva Santiago, não o faz por menos, e afirma que é “uma vergonha, um escândalo, uma vigarice sem precedentes”.

Carlos Silva Santiago, que é também presidente da câmara municipal de Sernancelhe, questiona na sua página do Facebook: “como é possível que um governo com tanto ser humano pode ser tão insensível ao interior de Portugal?”. E volta a questionar: “como é possível não entenderem que regiões como esta precisam deste custo social para se levantarem do desprezo a que foram deitados?”. E volta a questionar: “como é possível que uma região que está a crescer com o turismo lhe cortem agora uma das suas jóias?”

Finalmente o presidente da CIM Douro, coloca a pergunta “como é possível?” e de seguida refere que “em Lisboa e no Porto, tudo o que dá prejuízo tem indemnizações compensatórias do estado, de todos nós, no interior encerram-se os serviços”.

E a sua última frase é: “miséria mental, não aceito…”

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.