Proposta de fim de semana: Dias Templários em Castelo Branco, de 7 a 10 de junho

0
337
No castelo de Castelo Branco

A nossa proposta de FUGAS&TRILHOS para este fim-de-semana é para a Beira Baixa, para a cidade de Castelo Branco.

O motivo tem a ver com o facto de neste fim de semana (entre 7 e 10 de junho) decorrerem em Castelo Branco os Dias Templários de 2018, uma feira e mercado medieval promovido pela ACICB – Associação Comercial e Empresarial da Beira Baixa, Câmara Municipal e Outrem – Associação de Defesa do Ambiente e Património.

Nestes dias templários merece destaque o “Cerco a Gualdim Pais”, que irá repetir-se na sexta-feira e no sábado, pelas 23H00.

A entrada no evento é gratuita e haverá transporte entre o centro da cidade e o castelo, de forma a tornar mais cómoda a visita à feira.

Aproveitamos, igualmente, para destacar a exposição ILUSTRARTE 2018 que está desde 25 de abril e até dia 2 de setembro no Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco.

Aqui fica a nossa proposta de fuga e uma proposta de roteiro, nas vertentes do património, da gastronomia e da hotelaria.

Ir a CASTELO BRANCO

E ir a Castelo Branco é desde logo visitar o Museu Cargaleiro, ali bem no centro histórico, na Praça Velha. É uma visita obrigatória a um espaço que abriu ao público há treze anos atrás, em setembro de 2005. E ir ao Museu é olhar e observar, bem de perto, as pinturas a óleo, ou a guache, ou os desenhos a pastel, para já não falar da escultura ou da cerâmica deste artista nascido em Vila Velha do Ródão.

Centro de Cultura Contemporânea (Foto: CMCB)

Mas ir à capital da Beira Baixa é também visitar a nova centralidade cívica e cultural da cidade, o Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco, que é uma referência mundial da arquitetura contemporânea, da autoria do catalão Josep Mateo, que foi inaugurado há dois anos atrás e por onde têm passado exposições marcantes, como a exposição da coleção de arte latino-americana dos séculos XX e XXI, de Joe Berardo.

Mas ir a Castelo Branco é também visitar o castelo, designado de castelo dos templários, e de lá olhar e perscrutar o casario da cidade. Mas é também circular pelas ruas e praças e contemplar a beleza do jardim do Paço Episcopal e visitar, pois então, o Museu Francisco Tavares Proença Júnior.

E que prendas comprar para os amigos? Sugerimos, obviamente, os típicos bordados de Castelo Branco. Um produto singular e genuíno que faz a diferença.

E quando a fome começar a apertar? Onde comer? O que comer?

Na Beira Baixa a dificuldade será sempre a escolha. A variedade é, podemos dizer, infinita. Cabrito, maranhos, ensopados, bucho recheado, laburdo…  E sobremesa? Tigeladas, papas de carolo, arroz doce, enfim, é mesmo um sem fim de opções e para todos os gostos.

Herdade do Regato

E onde comer? As opções são várias, mas a nossa sugestão é o restaurante “O lagar” (antigo lagar de azeite), da Herdade do Regato, na Póvoa de Rio de Moinhos, a escassos 10 minutos da cidade, com a vantagem de se embrenhar e “sentir” a ruralidade envolvente de Castelo Branco.

Sim, está claro que no final do dia vai precisar de dormir, depois de tanta correria e de tanta degustação acompanhada pelos vinhos da sub-região da Cova da Beira, não convindo abusar.

Onde ficar?

Deixamos-lhe o Hotel Rainha D. Amélia Arts & Leisure como sugestão. Tem uma localização fantástica, bem no centro da cidade e com todas as comodidades, desde o parking ao wifi gratuitos. Para além disso, se a sua viagem não for de lazer, mas sim de negócio, o hotel dispõe de condições para lhe proporcionar reuniões de trabalho em salas multifuncionais.

Hotel Rainha D. Amélia Arts & Leisure (Foto: Booking)

Não lhe dissemos antes, mas é evidente que a partir de Castelo Branco, se quiser prolongar a sua estada, pode organizar visitas às aldeias históricas de Penha Garcia, de Idanha-a-Velha, de Monsanto, ou até demandar Espanha, ali bem ao lado, entre tantas outras opções.

Para saber mais: Hotel Rainha D. Amélia | Herdade do Regato | Câmara de Castelo Branco | Turismo do Centro

(AP)

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.