[Retificação] Câmara de Sátão atribuiu 20.846 euros à junta de Sátão para requalificação do polidesportivo de Contige

0
576

Por lapso, mero lapso, cometemos um erro que aqui retificamos, com pedido de desculpa aos leitores e às partes envolvidas, o montante do subsídio atribuído à Junta de Freguesia de Sátão, ao abrigo da alínea j) do artº 25º da lei 75/2013: De facto não foi 28.846 euros, como noticiámos em 30 de maio, mas sim 20.846 euros, montante destinado ao polidesportivo de Contige e zona envolvente. Tudo o mais aqui reiteramos.

Aliás, para se perceber o lapso basta ver que na notícia de 30 de maio o valor que apresentámos por extenso estava correto – “vinte mil oitocentos e quarenta e seis euros e doze cêntimos“. Quer isto dizer que qualquer lesado por este nosso lapso, se essa tivesse sido a sua genuína vontade, poderia desde que tomou conhecimento da publicação ter feito o reparo ao jornal que a situação teria sido desde logo retificada.

Em suma, pedimos desculpa pelo lapso relativamente ao montante, mas mantemos todo o restante conteúdo da notícia que aqui republicamos, agora com esta retificação:

«Na sua reunião de 18 de maio, a Câmara Municipal de Sátão aprovou por unanimidade a atribuição de subsídio como forma de apoio à Junta de Freguesia de Sátão – alínea j) do artigo 25º, da Lei 75/2013, no valor de 20.846,12€ (vinte mil oitocentos e quarenta e seis euros e doze cêntimos) para recuperação do polidesportivo de Contige e zona envolvente.

Recorde-se que esta obra, a requalificação do polidesportivo de Contige, havia sido contemplada com um apoio da administração central, através da Direção Geral das Autarquias Locais, organismo que se encontra sob a tutela da Secretaria de Estado das Autarquias Locais. Este apoio foi de 50% da candidatura que foi de 98.000€, tendo o protocolo de financiamento sido assinado há dez meses atrás, 27 de julho, no salão nobre da Câmara de Sátão, numa cerimónia que contou com a presença do Secretário de Estado Carlos Miguel.»

Aproveitamos para referir que na reunião de 5 de março, igualmente, a câmara havia atribuído subsídios ao abrigo da alínea j) do artº 25º da lei 75/2013, no montante global de 34.014 euros e que Dão e Demo noticiou em 29 de março.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.