Reunidos em Moimenta da Beira autarcas da CIMDOURO preocupados com o IC26, entre a A4 e a A25

0
970
Mesa que presidiu à reunião da CIMDOURO

A agenda da ordem de trabalho era extensa, mas houve um dos assuntos que não deixou de ser abordado face à importância estratégiaca que ele tem para o desenvolvimento social e económico de todos os municípios do norte e nordeste do distrito de Viseu, e para as terras do demo em particular, que é o IC26.

Esta via, prevista no plano nacional rodoviário, liga a A4, desde Amarante, à A25, nas imediações de Trancoso/Celorico, passando por Lamego, Tarouca, Moimenta da Beira, Sernancelhe e Aguiar da Beira.

Esta via que ainda não saiu do papel tem vindo a ser permnentemente reclamada pelos autarcas das terras do demo, nomeadamente, José Eduardo Ferreira, de Moimenta da Beira e por Carlos Silva Santiago, de Sernancelhe e atualmente presidente da CIMDOURO, entre outros.

A reunião teve lugar esta quarta-feira dia 20 de junho no Auditório da Artenave, Atelier – Associação de Solidariedade, em Moimenta da Beira e foi presidida pelo autarca de Sernancelhe, Carlos Silva Santiago, presidente da CIMDOURO. Tratou-se de um Conselho Intermunicipal que juntou os autarcas dos 19 municípios da CIMDOURO.

Para além do IC26 esteviram em cima da mesa o modelo da rede do Plano Intermunicipal de Transportes, a candidatura ao Fundo Florestal Permanente, o Regulamento Geral de Proteção de Dados, a exploração de urânio em Salamanca, a requalificação da Linha do Douro e a Política Vinícola da Região Demarcada do Douro.

Recorde-se que a CIMDOURO (Comunidade Intermunicipal do Douro) foi constituída a 15 de Outubro de 2008 e agrega os municípios de Alijó, Armamar, Carrazeda de Ansiães, Freixo de Espada à Cinta, Lamego, Mesão Frio, Murça, Peso da Régua, Moimenta da Beira, Penedono, S. João da Pesqueira, Sernancelhe, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, Tabuaço, Tarouca, Torre de Moncorvo, Vila Nova de Foz Côa e Vila Real.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.