Sempre me fascinou a prova de ciclismo de Avelal.

0
1061

Por: Acácio Pinto

Havia três feiras/festas de verão míticas, para mim. Era eu adolescente. Estávamos no início dos anos 70. Antes do 25 de abril de 1974.

Comecei a conhecê-las pelas conversas lá de casa. Sabia-as de cor pelos detalhes que ouvia. Saboreava-as, às vezes, com avidez pelas farturas com que me lambuzava ou pelos melões casca de carvalho que comia com sofreguidão, ainda antes de as conhecer ao vivo.

Eram elas a feira dos 20, em Sátão, a feira d’ano, do Avelal, e a feira franca, de Viseu.

Mas fiquemo-nos hoje pela feira do Avelal, onde comecei a ir a pé.

Íamos de Rãs até ao Avelal, a caminhar, quer no sábado à noite, quer no domingo de manhã. De carro, só mais tarde. O arraial chamava-nos e à feira d’ano não podíamos faltar.

Mas, verdadeiramente, aquilo que desde sempre mais me atraiu na feira do Avelal foi o ciclismo.

“…a prova de ciclismo era um emblema que todos colocavam, com orgulho, na lapela”

O ciclismo era, naquele tempo, um evento que começava a ser discutido muito antes da prova, com apostas e palpites sobre quem ganharia. Então, a prova, não saía do Avelal ou ia, quando muito, até ao Sátão. Era uma versão mais minimalista, porém, com igual entusiasmo.

Vencedor da edição de 2017 (Foto: Dão e Demo)

As disputas verbais e as altercações antes e depois da prova eram uma constante e muitas vezes o duelo entre rivais ficava desde logo aprazado para a prova do ano seguinte.

Depois o modelo evoluiu e foi-se estendendo a todo o concelho com variáveis diversas, em que não faltavam algumas subidas de grande exigência, fossem as Donárias, ontem, ou seja, entre outras, este ano, a subida desde o Castelo até ao Cruzeiro Vermelho.

E, ano após ano, era agradável ver um povo, sempre unido, uma povoação bem coesa, em torno de uma atividade que, muito mais do que uma prova de ciclismo, era um emblema que todos colocavam, com orgulho, na lapela.

Tal como ontem, hoje, este sentimento se mantém e só assim é possível continuar a conservar no cartaz das festas o ciclismo, uma das atividades mais exigentes em termos organizacionais e que este ano de 2018 cumpre a sua 37ª edição no dia 1 de setembro.

Parabéns. Continuem por muitos mais!

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.