Socialistas da Guarda querem reversão da privatização dos CTT

0
269

A federação da Guarda do PS quer que o Governo efetue a reversão da privatização dos correios. Disso mesmo deu conta esta segunda-feira, dia 21 de janeiro, através de comunicado assinado pelo seu presidente, Pedro Fonseca.

“A propósito da notícia que faz manchete na edição de hoje do Jornal Público, lembramos que, desde a primeira hora, a Federação Distrital do PS Guarda tem solicitado ao Governo uma intervenção no sentido de evitar o fecho de estações de CTT em vários concelhos do Distrito e do País”, refere o comunicado.

“Transmitimos, inclusivamente, as nossas preocupações, pela voz do Presidente da Federação, ao Secretário-Geral do PS e Primeiro-Ministro António Costa e ao Secretário Nacional do PS e Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, em inícios de setembro de 2018”, acrescenta o comunicado.

“Pese embora não constasse no Memorando da Troika, a privatização total dos CTT foi executada pelo anterior Governo PSD/CDS à luz do devaneio ideológico de “ir além da Troika”, levando a que o Estado deixasse de ter qualquer participação nas tomadas de decisão dos CTT”, especificam ainda os socialistas.

Finalmente referem que continuarão “a fazer força para que o nosso Governo Socialista, liderado por António Costa, impeça a concretização de uma tremenda injustiça para as populações dos concelhos com menor densidade populacional, localizados, na sua grande maioria, no Interior do País, mesmo que tal implique uma reversão da privatização dos CTT”.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.