Vereadores do PS querem acabar com glifosato no concelho de Viseu até final de 2019.

0
341
(Foto: Quercus)

Tendo em conta que “diversos estudos de investigação científica assinalam o glifosato como potencial composto cancerígeno” e que em 2015 o glifosato foi classificado pela Organização Mundial de Saúde como “carcinogéneo provável para o ser humano”, os vereadores do PS na câmara de Viseu querem banir este herbicida do concelho de Viseu.

Isto mesmo foi revelado pelos vereadores do PS, Lúcia Araújo Silva, Pedro Baila Antunes e José Pedro Gomes através de comunicado.

Os socialistas solicitaram ao presidente da câmara, Almeida Henriques, que “seja incluída na Ordem do Dia de uma reunião de câmara a proposta: Cessar a aplicação de glifosato no concelho de Viseu até ao final 2019”.

Com o agendamento deste assunto os vereadores do PS pretendem propor “ao executivo municipal que seja garantida a cessação da aplicação do glifosato em espaços públicos do concelho em operações de limpeza de vegetação espontânea sob sua responsabilidade direta ou indireta”.

Mas os socialistas não só querem acabar com o glifosato como também apresentam alternativas, referindo que “em alternativa aos produtos fitofarmacêuticos em geral, recomenda-se que seja efetuado o controle mecânico, térmico, biológico, biotécnico ou cultural de pragas e plantas infestantes”.

Finalmente os socialistas recomendam que “sejam realizadas análises ao glifosato no sistema de abastecimento de água para consumo humano de Viseu”.

Na fundamentação para esta proposta os socialistas falam ainda de vários países europeus que já baniram o glifosato e dão o exemplo de alguns municípios portugueses que seguiram o mesmo caminho, “muitos países europeus já baniram o glifosato. Diversos municípios portugueses já não aplicam glifosato, p.e. Porto, Braga, Vila Real, São Pedro do Sul e Vila Nova de Paiva”.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.