Vila Nova de Paiva | National Geographic foi à Orca do Picoto do Vasco e diz que ali se produziram temperaturas de 1.225ºC.

0
1065
Orca Picoto do Vasco - Vila Nova de Paiva (Foto: Rotas Lusitanas)

Sob o título “ENIGMA NEOLÍTICO” e na coluna “GRANDE ANGULAR” a revista National Geographic de Janeiro, versão portuguesa, dá à estampa um artigo sobre a Orca do Picoto do Vasco, um monumento megalítico do concelho de Vila Nova de Paiva, localizado nas imediações de Pendilhe.

Este monumento, entre outros existentes na região, datado de há 6.000 anos atesta a presença humana naqueles territórios.

O texto coloca o seu foco no facto de estudos desenvolvidos aquando de trabalhos arqueológicos ali realizados nos anos 90 do século passado terem permitido comprovar que as algumas das “massas vitrificadas” ali encontradas terem resultado, depois de analisadas, “de um efeito térmico potente e intenso que atingiu uma temperatura superior a 1.225°C durante tempo suficiente para afectar toneladas de blocos de rocha, fundindo-os”.

Segundo o autor do texto, “este dado completamente novo e inédito demonstrava claramente que as comunidades humanas do Neolítico Final realizaram neste monumento rituais relacionados com a morte que implicaram acender uma gigantesca fogueira sobre o sepulcro”.

Mas o melhor mesmo é ler o artigo na íntegra na revista National Geographic. O texto do artigo publicado na National Geographic é de Pedro Sobral de Carvalho e a ilustração é de Anyforms.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.