Vinho com ciência: Tertúlia científica com prova de vinhos Afoito Douro

0
683

No Dia Nacional da Cultura Científica, 24 de Novembro, 18:00 às 20:00 – na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, terá lugar o evento “Vinho com Ciência: Tertúlia cientifica & Prova de vinhos Afoito Douro”.

A perguntas de partida são várias e é a essas perguntas que se irão tentar descobrir as respostas.

O processo de transformação do sumo de uva em vinho é ciência?

O conhecimento científico contribui para a produção de melhores vinhos?

Devido ao aquecimento global, o teor alcoólico do vinho tem vindo a subir, prejudicando os interesses dos consumidores e produtores – pode a ciência contribuir para a produção de vinhos com menor teor de álcool?

Celebrando a relação que existe entre a ciência e a vinha vai ter lugar este evento por iniciativa da BioISI que vai juntar apreciadores de vinho, jornalistas e investigadores do instituto para cruzar opiniões, trocar ideias e encontrar respostas para estas e muitas outras perguntas. Após apresentações das linhas de investigação de vários investigadores haverá espaço para com(provar) as suas descobertas nas áreas da uva, vinha e fermentação, onde o produtor do Douro, Artur Serôdio, facultará para prova os seus vinhos: Afoito Douro; Afoito Reserva 2014 Tinto; Afoito Reserva 2014 Branco; Afoito 2015 Branco e Afoito 2015 Tinto.

A vinha é uma das culturas de frutos mais importante, com um impacto elevado na economia nacional e global, muito ligada à produção de vinhos. A compreensão e controlo dos processos de amadurecimento, incluindo acumulação de compostos aromáticos e antioxidantes assume uma grande relevância no âmbito do melhoramento da qualidade e eficiência da produção vinícola.

Só para este ano, as previsões feitas indicam que a produção de vinho em Portugal deverá crescer cerca de 10%.

Sobre o BioISI

O BioISI – Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas – é um centro de investigação multidisciplinar, inserido na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, focado em compreender e abordar questões biológicas usando abordagens de sistemas integrativos na vanguarda da investigação em ciências da vida, cujos principais focos são as áreas de: Biomedicina; Biotecnologia; Bioinformática e Biofísica. O instituto reúne investigadores de diversas áreas, entre elas biologia, física ou ciências computacionais, usufruindo assim de um ambiente multidisciplinar que permite desenvolver, disponibilizar e partilhar soluções criativas para problemas complexos.

Sobre a área da Biotecnologia no BioISI

Com coordenação do investigador Rui Malhó, o BioISI desenvolve estudos na área da biotecnologia, sobre melhoramento e robustez vegetal; fitorremediação; farmacogenómica vegetal e microbiana; biotecnologia microbiana marinha e fermentação do vinho.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.