Câmara de Viseu quer que as crianças e jovens pratiquem mais atividade física

0
514
Câmara de Viseu (Foto: Dão e Demo)

Projeto municipal, Escola Ativa, já teve a adesão de 40 estabelecimentos do pré-escolar, num total de 650 crianças. Objetivo é combater a diminuição dos níveis da atividade física nas crianças e jovens, revelou o município de Viseu.

O Município de Viseu apresentou esta segunda-feira, dia 21 de janeiro, o projeto Escola Ativa, que numa fase inicial vai abranger 650 crianças do ensino pré-escolar, de 40 jardins de infância do concelho, refere a câmara municipal.

Na apresentação do projeto, que decorreu na Escola Rolando de Oliveira, o Presidente da Câmara Municipal, Almeida Henriques, “mostrou-se surpreendido com o número de estabelecimentos que já aderiu ao projeto”, refere a nora da autarquia.

“Estabeleci como meta de arranque a adesão de cinco jardins de infância e a verdade é que já temos esse número quase multiplicado por 10”, regozijou-se o autarca.

A nota refere que “com o Escola Ativa, o Município de Viseu pretende continuar a estimular e a criar oportunidades que promovam a prática de atividade física, enquanto fator promotor de saúde, por todos os segmentos etários da população”.

“Queremos combater a diminuição dos níveis da atividade física nas nossas crianças e jovens que, no fundo, acaba por se traduzir num aumento de doenças não transmissíveis, que estão associadas aos estilos de vida como a obesidade, a diabetes do tipo 2 e até determinados tipos de cancros”, explicou.

Desta forma, o projeto que está a ser levado a cabo “assenta numa lógica mais de prevenção”.

O município explica que o projeto está organizado em 6 eixos estratégicos e avança “numa primeira fase com o programa de intervenção psicomotor em coadjuvação com os educadores dos jardins de infância (ano letivo 2018/19) e com os professores do 1º ciclo (a partir do ano letivo de 2019/20)”.

“Se habituarmos os nossos jovens a partir do pré-escolar a fazer atividade física, vão-se habituar ao longo da vida e vão promover estes objetivos de saúde, mas ao mesmo tempo também vão estimular a sua aprendizagem, porque o desporto é um instrumento fundamental para a promoção da aprendizagem escolar”, concluiu Almeida Henriques.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.